Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/09/21 às 13h25 - Atualizado em 10/09/21 às 13h25

População prova e aprova desjejum de R$ 0,50 oferecido pelo GDF

COMPARTILHAR

RAFAEL SECUNHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON

 

O café matinal do Restaurante Comunitário do Sol Nascente voltou a ser servido nesta quinta (9) | Foto: Paulo H Carvalho / Agência Brasília

 

Passava das 7h30 quando o morador do Sol Nascente Dival Barros, 67 anos, foi caminhando de casa até o Restaurante Comunitário, localizado na QNR 1, Área Especial nº2, em Ceilândia Norte. Gastou dez minutinhos até o local, pegou seu café da manhã, sentou-se e o degustou no refeitório. Pagou R$ 0,50 pela refeição e saiu bem satisfeito.

 

“Está ótimo o pão de queijo, e ainda tem a laranja. O cara que reclama de um café a um preço desses está doido”, brinca. Frequentador do restaurante, ele soube no ônibus que o local reabriria nesta quinta-feira (9). “Se o dinheiro der, vou vir todo dia aqui.”

 

Já a dona de casa Maria Alice Conceição, 45, foi ao restaurante com o filho e dois sobrinhos. Moradora da QNR 2, ela comprou cinco refeições matinais e levou para comer em casa. Pães de queijo, frutas e os achocolatados estão garantidos a todos.

 

“É muito importante a ajuda do governo, pois muitos não têm condição de fazer um café da manhã em casa. Ainda mais nessa pandemia, em que ficou tudo tão difícil. A gente só tem a agradecer ”, pontua. “Amanhã, volto para o almoço”. Seu sobrinho Cauã Sousa, 12 anos, estava animado. “Adoro achocolatado, e é bom que todos podem saborear”, conta o garoto.

 

Quarto restaurante a servir o café da manhã

 

O café matinal foi a novidade do dia no restaurante, que voltou a abrir as portas nesta quinta-feira (9), após troca da empresa responsável pelo preparo e fornecimento das refeições. Construído em 2016, o local passou a oferecer o café da manhã de segunda a sábado, além do tradicional almoço a R$ 1.

 

Esta é a quarta unidade a adotar o desjejum em seu cardápio – as outras são as do Paranoá, Brazlândia e Samambaia. “Com essa oferta do café da manhã, damos mais um passo na garantia da segurança alimentar dos moradores da região”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha. “Nosso compromisso é oferecer uma refeição saudável, barata e, principalmente, nutritiva e saborosa”.

 

Bolo e café com leite também entram na dieta

 

Responsável pelo cardápio, a nutricionista Patrícia Teixeira revela que os ingredientes são definidos pela empresa contratada em conjunto com os servidores da secretaria, que monitora o serviço. Até sábado, outros itens, como o “pingado” (café com leite) e bolo, vão reforçar a primeira refeição do dia. O trio de estreia do serviço (pão de queijo, achocolatado e fruta) tem aproximadamente 250 kcal.

 

Uma refeição vendida pelos restaurantes comunitários custa, em média, R$ 6,17. Assim, o usuário paga apenas R$ 1 pela alimentação, enquanto o Governo do Distrito Federal (GDF) complementa esse valor com R$ 5,17. São 14 restaurantes espalhados por todo o DF, e o do Sol Nascente serve uma média de 1,5 mil pratos diariamente.

 

Restaurantes comunitários do DF

 

  • Café da manhã
    Sol Nascente, Paranoá e Samambaia: das 7h às 8h30; Brazlândia: das 6h30 às 8h30. Valor: R$ 0,50.
  • Almoço
    Nas 14 unidades: das 11h às 14h . Valor: R$ 1.

Endereços dos restaurantes

 

  • Brazlândia: Quadra 36 – Área Especial nº 1 – Vila São José.
  • Ceilândia: QNM 1 – Bloco 01 – Lote 01 – Ceilândia Centro.
  • Estrutural: Quadra 14 – Área Especial – Vila Estrutural.
  • Gama: Setor Central – Área Especial – Complexo Esportivo do Gama – Estádio Bezerrão.
  • Itapoã: Quadra 61 – Área Especial – Entre conjuntos D/E – Condomínio Del Lago.
  • Paranoá: Quadra 2 – Lote A – Feira Livre – Área Especial.
  • Planaltina: Setor Recreativo e Cultural – Módulo Esportivo – Via WL 1.
  • Recando das Emas Quadra 1 – Lote 1 – Centro Urbano.
  • Riacho Fundo II Quadra 10 – Conjunto 1 – Lote 1.
  • Samambaia ADE/S – Conjunto 15 – Lotes 1/2 – Às margens da BR-060.
  • Santa Maria: Av. Alagados, Área Central – Junto ao prédio da administração regional.
  • São Sebastião: Centro de Múltiplas Atividades – Lote 2 – Próximo à administração regional.
  • Sobradinho: AR 13 – Área Especial 8 – Quadra 3 – Setor Administrativo.

 

Fonte: Agência Brasilia