Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/08/21 às 20h43 - Atualizado em 12/08/21 às 20h43

DF ganha mais dois pontos de vacinação noturnos

COMPARTILHAR

A partir de hoje, UBSs de Brazlândia e de Ceilândia vão aplicar vacina contra a covid-19 até às 22h

 

 

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: SAULO MORENO

 

A Secretaria de Saúde estendeu o horário da vacinação contra a covid-19 em mais dois pontos na Região Oeste. A aplicação da primeira e da segunda doses nas Unidades Básicas de Saúde 1 de Brazlândia e 3 de Ceilândia passa a ocorrer das 8h às 22h a partir desta quarta-feira (11).

 

A vacinação noturna tem o objetivo de atender os moradores que trabalham durante o dia em outras cidades e voltam para casa à noite| Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

“Atendendo nossa população também à noite, alcançamos aquelas pessoas que trabalham em outras regiões durante o dia e que retornam para casa após o expediente. Foi pensando nesse público que resolvemos ampliar o atendimento e imunizar nossos residentes o mais rápido possível”, informa a superintendente da Região de Saúde Oeste, Lucilene Florêncio.

 

A modalidade de atendimento nas duas unidades é para pedestres. A Região Oeste é composta pelas cidades de Ceilândia, Brazlândia e Sol Nascente/Pôr do Sol. Para se vacinar, o indivíduo deve estar na faixa etária atual contemplada pela campanha, porém não é necessário residir em nenhuma das duas cidades onde estão sendo abertos os novos pontos noturnos.

 

Para quem está no prazo de receber a segunda dose, a UBS 1 de Brazlândia oferece as vacinas AstraZeneca, CoronaVac e Pfizer-BioNTech. Já na UBS 3 de Ceilândia, os imunizantes para completar o ciclo vacinal são AstraZeneca e Pfizer-BioNTech.

 

Com mais esses dois locais, o DF agora tem quatro pontos que funcionam das 8h às 22h (UBSs 7 e 3 de Ceilândia, 5 de Taguatinga e 1 de Brazlândia) e um que funciona das 18h às 22h (Praça dos Cristais). Assim como nos demais pontos de vacinação, não será possível escolher a marca da vacina para a primeira dose.

 

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

 

Fonte: Agência Brasilia